SEGURANÇA DO TRABALHO

O Profissional

Atua na avaliação e prevenção de acidentes e de doenças ocupacionais, em empresas de diferentes setores. Realiza suas atividades aplicando medidas técnicas, científicas e educacionais empregadas para prevenir, eliminar ou reduzir condições inseguras que possam provocar acidentes ou doenças. Elabora e implementa políticas de saúde, segurança do trabalho e planos de emergências, além de realizar auditorias, acompanhamentos e avaliações nas áreas e identificar variáveis de controle de doenças e acidentes.

Além das atividades relacionadas à prevenção, o Técnico em Segurança do Trabalho é um profissional capacitado para atuar em situações emergenciais, como no caso de acidentes com vítimas, com produtos químicos ou incêndios.

Outras atividades que estão no escopo de trabalho e são de responsabilidade do profissional de Segurança do Trabalho são: Desenvolver ações educativas na área de saúde e segurança, participar da adoção de tecnologias e de processos de trabalho, participar de perícias e fiscalizações, além de investigar e analisar acidentes e recomendar medidas para controle e prevenção.

Mercado de Trabalho

O Técnico em Segurança do Trabalho possui um campo de atuação bastante amplo, desenvolvendo suas atividades em todo âmbito da sociedade onde houver trabalhadores.

Em geral, este profissional atua em hospitais, empresas industriais e comerciais, construção civil, fábricas de alimentos, grandes empresas estatais, mineradoras e de extração, assim como empresas agroindustriais.

MERCADO DE TRABALHO:

 

O piso salarial do Técnico em Segurança do trabalho é definido pelos sindicatos da categoria e pode variar de acordo com a cidade/estado e o setor de atuação. Alguns sindicatos, como o de São Paulo, estabelecem pisos salariais diferenciados para técnicos em segurança do trabalho que atuam em hospitais, engenharia, comércio, construção civil e indústria. No Estado de São Paulo, o maior piso da categoria é para técnicos em segurança do trabalho no setor de engenharia consultiva, com piso salarial mínimo de R$ 3.239.

Veja, a seguir, os pisos salariais definidos por alguns sindicatos de técnicos em segurança do trabalho:

 

  • Indústria: R$ 3.363
  • Construção Civil: R$ 3.485
  • Engenharia Consultiva: R$ 3.648
  • Comércio: R$ 3.363
  • Hospitais Filantrópicos do Estado: R$ 3.239
  • Hospitais e Clínicas Particulares da Capital: R$ 3.331
  • Hospitais e Clínicas Particulares do Interior: R$ 3.161
  • Comércio Atacadista de Medicamentos, Perfumaria e Afins: R$ 3.363
  • Comércio Varejista de Material Elétrico: R$ 3.363

Certificação

Ao aluno que concluir a prática profissional, os seis módulos apresentados na Matriz Curricular com aproveitamento plenamente satisfatório e comprovar a conclusão do ensino médio, será conferido o Diploma de Técnico de Nível Médio em Segurança do Trabalho, eixo tecnológico segurança, com validade nacional.

Módulo I

  • Serviço de Saúde e Segurança
  • Primeiros Socorros – Atendimento Básico
  • Proteção contra Incêndio
  • Saúde Ocupacional
  • Segurança do Trabalho

Módulo II

  • Brigada de Emergências
  • Higiene Ocupacional
  • Legislação de Segurança
  • Primeiros Socorros: Resgate de Vítimas

Módulo III

  • Biossegurança
  • Estatísticas de Acidentes
  • Informática
  • Legislação Ambiental
  • Programas de Segurança

Módulo IV

  • Campanhas de Saúde e Segurança
  • Elaboração de Planos Emergenciais
  • Ética Profissional e Relações Trabalhistas
  • Relações Humanas no Trabalho
  • Técnicas de Treinamento

Módulo V

  • Equipes de Proteção Coletiva
  • Equipes de Proteção Individual
  • Implantação da CIPA
  • Interpretação e Produção de Textos Técnicos
  • Inovação e Melhoria Contínua

Módulo VI

  • Ergonomia
  • Gestão Ambiental
  • Laudos Periciais
  • Metodologia de Análise e Investigação de Acidentes
  • Metodologia do Trabalho Científico