Técnico em Enfermagem

Conheça o curso de Técnico em Enfermagem

Enfermagem é uma profissão que vem ganhando bastante espaço nos últimos anos. A expansão e a melhoria das redes hospitalares têm demandado cada vez mais a presença desses profissionais. Fatores como envelhecimento da população e o aumento dos serviços de cuidado em domicílio também contribuem para o aquecimento da área.

curso técnico é um dos mais populares. É rápido de fazer, tem boa empregabilidade e salários razoáveis, mas será que é o ideal para você?

Conheça a seguir tudo sobre o curso técnico em Enfermagem: grade curricular, salário, oportunidades de trabalho e, principalmente, as diferenças entre outros cursos da área para você fazer a escolha certa!

Sobre o Curso 

Para poder atuar como técnico em Enfermagem, o profissional precisa ser formado em uma escola registrada junto aos órgãos competentes. Ele irá trabalhar sob a supervisão de um enfermeiro e poderá prestar assistência em casos de maior complexidade (sempre junto a um enfermeiro).

Os maiores empregadores de técnicos de Enfermagem são os centros cirúrgicos e unidades de terapia intensiva.

Geralmente a formação tem duração de dois anos. Os interessados precisam ter o ensino médio completo.

Grade curricular 

Em geral, os cursos de formação de técnicos de Enfermagem oferecem muitas disciplinas teóricas e práticas na área de Saúde. Conheça algumas:

  • Anatomia e Fisiologia Humana
  • Bioética
  • Clínica Médica
  • Enfermagem Cirúrgica
  • Enfermagem em Emergências
  • Enfermagem em Pacientes Críticos
  • Farmacologia
  • Fundamentos de Enfermagem
  • Microbiologia e Parasitologia
  • Relações Humanas
  • Saúde Coletiva
  • Saúde da Criança e do Adolescente
  • Saúde da Mulher
  • Saúde do Idoso
  • Saúde Mental

No curso técnico o estágio é obrigatório e tem, em média, 600 horas de duração.

Campo de atuação

O Técnico em Enfermagem é um profissional de nível médio, que ajuda a equipe de enfermagem em diversas frentes, como:

  • Oferecer apoio ao enfermeiro para planejar atividades da área.
  • Prestar assistência a pacientes em estado grave.
  • Atuar no controle e prevenção de doenças.
  • Controlar o risco de infecção hospitalar.

Ele tem um campo de atuação intermediário. É mais limitado em relação ao enfermeiro e mais amplo quando comparado ao auxiliar.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para todos os profissionais de Enfermagem é bom e segue em expansão.

Os salários variam de acordo com o nível de formação do profissional. Os mais altos são dos enfermeiros. Os técnicos recebem, em média, pouco mais da metade dos ganhos de um enfermeiro. Já os auxiliares ganham menos que os outros dois.

Confira as médias nacionais de salários apresentadas pelo Guia de Profissões e Salários da Catho:

  • Enfermeiro: R$ 3.200
  • Técnico em Enfermagem: R$ 1.916
  • Auxiliar de Enfermagem: R$ 1.600

 Certificação

Àquele que concluir com aprovação todas as unidades curriculares que compõem a organização curricular desta Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio e comprovar a conclusão do Ensino Médio, é conferido o diploma de Técnico em Nutrição e Dietética, com validade nacional.

Ato de Autorização

Conselho Estadual de Educação, conforme Resolução nº 665 de 28/12/2017.
Documentos para Matrícula

– Documento de Identidade (RG) (apresentação do original);
– CPF ou documento que possua a numeração do CPF (apresentação);
– Certificado ou Histórico Escolar de conclusão do Ensino Médio ou outros documentos educacionais que comprovem a conclusão do Ensino Médio
(apresentação do original e cópia simples ou cópia autenticada); ou
– Declaração de escola, comprovando estar cursando a escolaridade mínima exigida (original).

ENFERMAGEM

facebook